Ir para o conteúdo

Prefeitura de Cristais - MG e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Quarta-feira , 20 de Outubro de 2021
Acompanhe nossos canais oficiais
Prefeitura de Cristais - MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Galeria de Prefeitos
Ulisses de Paula Reis - 01/01/1953 a 31/12/1956
No segundo mandato ainda havia muitos problemas financeiros e de infra -estrutura. Mas a população já estava mais conscientizada, inteirando - se de que realmente moravam em uma cidade libertando - se dos problemas, dando maior forca à administração local. A velha "arraial"se transformava em mera recordação do passado. Na medida em que as transformações aconteciam, crescia na população uma sentimento político mais vibrante, levando a uma bifurcação dos ideais. Apareceram então, os chefes políticos e a formação do famoso "curral eleitoral". Tal acontecimento, por um lado foi de suma importância, pois dessa forma nascia na população um sentimento de patriotismo, facilitando com isto, uma independência sócio, cultural e político da Comarca. Por outro lado, apareciam os maus hábitos, a politicagem: perseguições, revanchismos, favores, etc. Fatos de estagnação do desenvolvimento de Cristais.
Na segunda gestão, o prefeito eleito Ulisses de Paula Reis saiu candidato pela UDN, contra José Ferreira Filho pelo PSD. Atribuiu - se a vitória do candidato da UDN, a sua experiência política, bem como sua atuante participação, juntamente com seu irmão Joaquim de Paula Reis, de maneira marcante na emancipação político - administrativa de Cristais.
O candidato José Ferreira Filho, embora tendo também participado de outros eventos políticos, como por exemplo, a emancipação do município, e sendo homem de grande prestígio e influência locai, não reuniu condições para sair vitorioso. Porém, a partir desta data se tornou a maior expressão da vida política de Cristais.
Foi um período marcado por transformações diversas na política do país. O presidente Getúlio Vargas voltava ao Palácio do Catete eleito por voto direto pelo PTB ( Partido Trabalhista Brasileiro). A nação vivia um clima de tensão. Era o período do pós -guerra. A oposição ao Presidente se acentuava. O partido comunista, ainda na clandestinidade, difundia a esquerda de maneira marcante no Brasil, o corporativismo no seio político. Tais transformações influenciavam também os políticos da pequena Cristais. Perseguições e favores tornou - se o maior trunfo dos políticos na busca louca do poder.
Em 1955 o governador de Estado Juscelino Kubitschek de Oliveira criou a Central Elétrica de Furnas assinando do Decreto 41066 de 28 de fevereiro de 1955.
Seta
Versão do Sistema: 3.1.5 - 04/10/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia